América do Sul Brazil

SÃO PAULO E AS SEGUNDAS FEIRAS

Desânimo na segunda? Nada disso. Mostramos aqui diversas opções do que fazer para começar a semana no melhor estilo.

Segunda feira é mundialmente o dia menos esperado e querido por todos, certo? As justificativas mais comuns talvez sejam: começo da semana, retorno às atividades de trabalho/estudos, preguiça, sono, saudades do fim de semana…

Mas fato é que toda semana tem que começar, e as segundas-feiras são fortes o bastante pra aguentar o tranco! Mas já parou pra pensar quantas vezes você conseguiu tornar este dia indesejado mais gostoso? Algumas vezes ele coincide com um feriado e você aproveita um dia extra de folga, outras vezes expande sua mini viagem de fim de semana para retornar para casa com mais calma, e a tal segundona se torna menos desagradável, não é mesmo?

Os mini feriados que estão acontecendo neste semestre me fez parar para pensar nos visitantes que podem estar circulando pela cidade e terem as segundas-feiras livres. Na maioria das vezes, quando programo uma viagem, fico receosa quanto ao que programar de passeios para este dia da semana. Além de universalmente rejeitado, é também comum em muitos lugares ser o dia de fechamento de restaurantes e museus.

São Paulo é uma cidade cheia de acontecimentos, mas já parou para pensar que este padrão também se repete por aqui, em muitos estabelecimentos?

Está montando seu roteiro de viagem? Fique atento: vou reunir aqui algumas atividades que podem ser incluídas na programação das segundas-feiras para quem esta de passeio pela cidade. (E se você for um morador paulistano de nascença, ou apenas de coração, que tal tentar fazer alguma destas coisas um dia desses? De vez em quando é bom sair da rotina e dar uma chance para a Segunda ser tão legal quanto a Sexta!).

PINACOTECA DE SÃO PAULO – Abre as Segundas-Feiras!

Inusitadamente, o museu de arte mais antigo da cidade, passou a funcionar de Quarta a Segunda, das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h).

Com ênfase na produção brasileira de artes visuais do século XIX até a contemporaneidade, a visita vale tanto pelas exposições e significativo acerco (quase 10 mil obras!) quanto pelo edifício – construído no final do século XIX para abrigar o Liceu de Artes e Ofícios, foi amplamente reformado pelo premiado arquiteto Paulo Mendes da Rocha no final dos anos de 1990.

Com audioguia gratuito, e em três idiomas (português, inglês e espanhol), o museu convida seus ouvintes a um roteiro proposto, com duração aproximada de 1h30, ou permite acompanhar livremente as obras que mais lhe interessarem.

Img 1 - Pinacoteca SP
Fonte: Site oficial

MUSEU LASAR SEGALL – Abre as Segundas-Feiras e gratuito!

O museu, idealizado pela esposa do artista, está instalado na antiga residência e ateliê que o próprio habitou. Aberto para visitas de Quarta a Segunda, das 11h às 19h.

Em 1985 foi incorporado à Fundação Nacional Pró-Memória, integrando o IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus-Ministério da Cultura).

O espaço reúne um acervo grandioso do artista, desde obras originais do artista, mobiliários, documentos e fotografias. Além disto, atua como centro cultural, realizando visitas monitoradas, cursos de gravura, fotografia, criação literária, projeção de cinema e dispõe de uma enorme biblioteca.

Img 2 - Museu Lasar Segall
Fonte: Site Oficial

SALA SÃO PAULO – Visita monitorada (e tranquila).

Se você estiver pelo Centro, por ter ido à Pinacoteca, aproveite para visitar mais ao redor. Como disse, a Estação da Luz é linda e, apesar das obras de reconstrução da estação e do Museu da Língua Portuguesa após o incêndio, ainda há muito o que se ver e se encantar por lá. Logo ali ao lado temos a Estação de trem Júlio Prestes, ainda em funcionamento pela CPTM, e antiga Estação da Estrada de Ferro Sorocabana, do período áureo do café – hoje sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

As visitas devem ser pré-agendadas por telefone ou e-mail, mas com certeza, a vantagem de ir neste dia é aproveitar o passeio com menos movimento e mais calma para conhecer e apreciar o espaço.

O acompanhamento de um guia também é maravilhoso! Aproveite para saber tudo sobre este patrimônio histórico e marco da cidade, o processo de restauro e revitalização realizado nas últimas décadas e o projeto de adequação do local para a construção da Sala de Concertos – listada entre as melhores do mundo – sua acústica e estrutura.

img 3 - Sala São Paulo
Fonte: Site Oficial

CAIXA BELAS ARTES – Preço camarada!

Até pouco tempo atrás, ao pensar em cinema visualizávamos apenas as grandes salas que se instalaram nos muitos Shoppings Centers da cidade, certo? Mas por muito tempo não foi assim: a maioria das salas estava presente em estabelecimentos térreos, nos grandes centros comerciais ou galerias.

Nos últimos anos, depois de alguns acontecimentos pontuais, pudemos observar o retorno de algumas salas quase extintas e o resgate da magia e charme de ir assistir a um filme em cinema de rua, com grandes letreiros, posters iluminados e pipoqueiro na porta.

Para muitos paulistanos, o Caixa Belas Artes é um dos primeiros pontos que vem à cabeça. Primeiramente denominado “Cine Belas Artes” foi inaugurado em 1967 e sua programação alternativa, mesclando filmes de diversas nacionalidades, desde mais artísticos, clássicos à produções contemporâneas, se consolidou como um dos pontos de encontro intelectual e artístico mais importantes da cidade.

Em 2011, ao ser fechado, o movimento popular contra o fechamento da casa foi criado e fortalecido pelas mãos de moradores da cidade, cinéfilos e clientes, coletando mais de 90 mil assinaturas e representando a maior mobilização já ocorrida no Brasil em defesa de um patrimônio cultural. Mas esta linda história não teve um final feliz tão rápido… mesmo com esta ação bem sucedida, não foi possível adiar o encerramento das atividades. Em 2013 houve o tombamento da fachada do cinema pelo Patrimônio Histórico Estadual, e apenas em 2014 a Prefeitura da Cidade de São Paulo, junto à Caixa Econômica Federal, viabilizaram a reabertura do clássico, e amado, cinema de rua.

Não tem como não querer visitar o espaço depois de saber toda esta história de amor e luta, não é mesmo?

Todas as instalações foram reformadas e atualizadas, dando origem a um espaço muito confortável e agradável. Aproveite para também tomar um café, acompanhar a passagem apressada dos pedestres pela Rua da Consolação e ser transportada para outros tempos.

Confira a programação semanal no site clicando aqui

Img 4 - Caixa Belas Artes
Fonte: Estadão

CINESALA – Preço camarada & Parceria com descontos!

A Cinesala é a primeira unidade de um projeto que busca desenvolver cinemas especiais que recuperem, valorizem e promovam o encontro de pessoas em torno de ideias e cultura.

A reforma de um tradicional cinema de rua do bairro, existente desde 1962, valorizou a escala humana e os cuidados artesanal em receber as pessoas, resgatando a sensação nostálgica de ir ao cinema nas décadas passadas.

Em 2015 foi eleita a sala de cinema mais confortável, e pode-se dizer que isto ocorreu devido a um diferencial muito especial: os assentos variam entre poltronas, e sofás (individuais ou duplos). Estes últimos poderiam ser melhor chamados de camas. Sim, com leve inclinação para a região do pescoço e cabeça, você pode assistir aos filmes na maior comodidade possível. O máximo, não é?

Confira a programação semanal, clique aqui

Img 5 - Cinesala
Fonte: Site oficial

RESTAURANTES – Menu Executivo!

São Paulo é conhecida como a “Terra da Garoa”, mas seria muito apropriado também chamá-la de “Terra da Comida Boa”, ´não é mesmo? Sabemos da variedade gastronômica que a cidade reúne, muito por conta da enorme parcela da população que é filha, neta e bisneta de imigrantes. Sem falar dos que próprios estrangeiros, mais recém-chegados aqui. Italianos, espanhóis, portugueses, japoneses, libaneses, chineses, coreanos…

Mas nem sempre comer bem significa comer barato. Em uma ação que vem sendo cada vez mais praticada em outros países, e ainda mais em períodos de crise, muitos restaurantes seguem a tendência e vem investindo na proposta de Menu Executivo para o almoço nos dias úteis da semana. Na minha opinião, é uma forma muito inteligente de atrair clientes para a casa em dias de menor movimento, quando o intervalo de almoço do trabalho não nos permite fazer refeições muito elaboradas e longas, mas ainda gostaríamos de comer algo especial, conhecer um espaço novo e não deixar o dia passar batido.

No geral, a proposta dos restaurantes é oferecer uma combinação de pratos – reunindo alguns itens como couvert ou entrada, prato principal, sobremesa ou bebida – a um preço fixo. Alguns podem ter uma lista fixa de opções ou uma combinação nova todo dia. O bacana para nós clientes é ter a chance de ter uma experiência nova a um valor acessível. Já para os restaurantes, a oportunidade de se apresentar e se tornarem atrativos para outras ocasiões, conquistando novos fregueses.

Curtir a comida boa de São Paulo, novos ambientes e tudo por um custo inferior ao comum é bom demais! Seguem alguns nomes de restaurantes bem avaliados que apresentam propostas assim:

Petí Gastronomia

R$ 43,50 (Menu Completo)

R$ 39,50 (Menu Reduzido)

Rua Cotoxó, 110 – Bairro Perdizes

Jiquitaia

R$ 49,00 (Entrada + Prato Principal + Sobremesa)

Rua Antonio Carlos, 268 – Bairro Consolação

Nino Cucina & Vino

R$ 44,00 (Dois Antepastos + Prato do dia + Fruta)

Rua Jerônimo da Veiga, 30 – Bairro Itaim Bibi

Jamie’s Italian

R$ 59,00 (Entrada + Prato Principal + Sobremesa)

Avenida Horácio Lafer, 61 – Bairro Itaim

Modern Mamma Osteria

R$ 49,00 (Entrada + Prato Principal + Sobremesa do dia)

Rua Manuel Guedes, 160 – Bairro Itaim Bibi

Eataly

Pranzo Veloce: R$ 38,00 (Prato do dia + Água, suco ou refrigerante orgânico + Doce)/R$ 44,00 (com taça de vinho)

Pranzo d´Affare: R$ 52,00 (Antepasto + Prato Principal + Sobremesa)

Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck, 1489 – Bairro Vila Olímpia

L’ Entrecôte de Paris

R$ 57,80 (Salada + Prato Único: Entrecôte com fritas)

Rua Pedroso Alvarenga, 1135 – Bairro Itaim Bibi

Rua Ministro Rocha Azevedo, 1041 – Bairro Jardins

Rua Pará, 210 – Bairro Higienópolis

Avenida Magalhães de Castro, 12000, Shopping Cidade Jardim, 3º piso

Avenida Dr. Chucri Zaidan, 902, Shopping Market Place, Piso 1

Rua Engenheiro Stevenson, 10, Shopping West Plaza, Piso Térreo Bloco B

Almodovar

R$ 34,90 (Entrada + Prato Principal + Sobremesa)

Rua dos Pinheiros, 274 – Bairro Pinheiros

Tasca do Zé e da Maria

R$ 59,00 (Entrada + Prato Principal + Sobremesa)

Rua dos Pinheiros, 434 – Bairro Pinheiros

Minha dica é sempre entrar em contato previamente com o restaurante pelo qual se interessou e se informar se é necessário fazer reserva, confirmar o preço e o horário em que a o Menu Executivo é servido.

Mais informações:

Pinacoteca de São Paulo

Praça da Luz, 02 – Bairro Luz

Visitas: Quarta a Segunda, das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h)

Ingressos: R$6,00 (inteira) e R$3,00 (meia). Crianças até 10 anos e adultos maiores de 60 não pagam. Gratuidade aos sábados para todos.

Como chegar: A dica é usar o transporte público: localizada logo em frente à também linda, e histórica, Estação da Luz do Metrô e CPTM.

Telefone 3324-1000

Museu Lasar Segall

Rua Berta, 111 – Bairro Vila Mariana

Visitas: Quarta a Segunda, das 11h às 19h

Ingressos: Gratuito.

Como chegar: Fácil acesso pelas Estações Santa Cruz e Vila Mariana do Metrô (Linha 1 – Azul).

Telefone 2159-0400

Sala São Paulo

Praça Júlio Preste,s 16 – Bairro Luz

Visitas: Segunda a Sexta, das 13h às 16h30.

Agendamento prévio obrigatório pelo telefone (11)3367-9573 ou visita@osesp.art.br

*Grupo com mais de 10 pessoas: agendamento obrigatório com no mínimo 5 dias úteis de antecedência.

Ingressos: R$5,00 (inteira) e R$2,50 (meia para estudantes, aposentados e maiores de 60 anos).

Como chegar: A dica é usar o transporte público: está localizada a poucas quadras da Estação da Luz do Metrô e CPTM.

Caixa Belas Artes

Rua da Consolação, 2423 – Bairro Consolação

Ingressos – Segundas-Feiras (exceto feriados): R$18,00 (inteira) e R$9,00 (meia).

*Segunda-feira do trabalhador (exceto feriados): apresentando um documento de trabalho (CTPS; holerite; comprovante de recolhimento do INSS; cartão de autônomo; carteira funcional; etc) o trabalhador paga meia-entrada.

Como chegar: Mais uma vez, use o transporte público: localizada quase na esquina da Avenida Paulista, está ao lado do acesso à Estação Paulista do Metrô (Linha 4-Amarela) e a 5 minutos à pé da Estação Consolação do Metrô (Linha 3-Verde).

Telefone 2894-5781

Cinesala

Rua Fradique Coutinho, 361 – Bairro Pinheiros

Ingressos – Segundas-Feiras (exceto feriados):

Poltrona: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

Sofá Individual: R$32,00 (inteira) e R$16,00 (meia)

Sofá Duplo: R$62,00 (inteira) e R$31,00 (meia)

*Parceria Cinesala + Catraca Livre: Somente às Segundas-Feiras, ao comprar na bilheteria, mencione a parceria e pague preços especiais para cada uma das opções de assento (em qualquer sessão do dia).

Como chegar: Muito fácil usando o transporte público: localizada a 5 minutos à pé do acesso à Estação Fradique Coutinho do Metrô (Linha 4-Amarela).

About Mariana

Paulistana, arquiteta e curiosa demais! Escrevo muito e sonho alto, sim. Viciada em tudo que envolve cidade, cinema, arte, fotografia, literatura e comunicação. Equilibro a sensação deliciosa de descobrir lugares novos com a tentação de retornar aos já favoritos. Para mim não há esta história de "Esperar pela sexta-feira" ou "Só no fim de semana", todo dia é dia de fazer algo que te faça bem.