Dicas Úteis

ORGANIZANDO A VIDA DO VIAJANTE FREQUENTE

12 dicas imperdíveis para viajar mais e melhor.

Viajar é uma delícia e eu amo, mas já parou para pensar na confusão que pode virar a vida de um viajante frequente? Mudanças bruscas de temperatura/altitude, ar condicionado de avião, fuso horário… São muitos fatores que claramente tiram nosso corpo da rotina e que podem nos debilitar.

As dicas abaixo são para viajantes frequentes mas obviamente se aplicam muito bem a qualquer viajante.

1) Tenha um checklist

checklist.jpeg

Parece óbvio, mas ter um checklist faz tudo ficar mais fácil. Entre uma viagem e outra, você não precisa ficar fazendo listas e mais listas para checar se não está esquecendo nada: o checklist já está pronto! Claro que para algumas viagens requerem uma atenção especial, mas ter um checklist do básico já poupa bastante tempo (acredite).

2) Programa de milhas em dia

star alliance.jpeg

Para quem viaja muito de avião (ou não), é sempre importante lembrar de registrar todos os voos no Programa de Fidelidade. Se puder escolher, sempre viaje com a mesma aliança e esteja sempre atualizado sobre as vantagem da sua associação. Alguns cartões de crédito também oferecem vantagens especiais.

As principais alianças são: One World, Star Alliance e SkyTeam 

3) Deixe a necessaire de viagem pronta

cosmetics

Infelizmente, não podemos deixar a mala sempre pronta, já que cada viagem é única e requer ajustes, mas com certeza você pode ter uma necessaire sempre pronta. Para isso, mantenha todos os seus produtos em travel sizes. Eu sou super adepta do travel light, mas acho que não dá pra economizar quando o assunto é necessaire. Tente levar tudo o que você usa no dia-a-dia (em travel size) e talvez alguns extras , já que naturalmente sua pele e cabelo irão sofrer alterações.

4) Faça check-in com antecedência

checkin.jpeg

A maioria das companhias abre o check-in online entre 72h e 48h antes do voo. Além de poupar um tempão em filas intermináveis no aeroporto, se programar para fazer o check-in antes de sair de casa pode garantir uma assento mais interessante – lembre-se que próximo ao meio o avião chacoalha menos – e quem sabe ainda garantir aquele upgrade para a business class.

Se a ideia é tentar aquele upgrade, não espere o check-in: quanto antes, melhor. Logo depois de comprar a passagem, já peça para entrar na lista – as chances são maiores.

A GOL está oferecendo check-in por reconhecimento facial: mais uma facilidade, já que nem sempre os aplicativos das companhias funcionam bem.

5) Entretenimento sempre

books.jpeg

Poucas coisas são piores que do que passar horas e horas sentada numa máquina voadora sem ter nada para fazer. Se você, assim como eu, morre de medo de avião, esse ócio é mais uma oportunidade para sofrer de pânico dentro de aviões. A menos que você seja daquela rara espécie que dorme (naturalmente) antes do avião decolar e só acorda quando já pousou, melhor usar esse tempo útil em rota e em conexões para adiantar algum trabalho, ler, ouvir música ou até jogar alguma coisa que distraia a mente.

6) Mantenha os documentos em dia

documents.jpeg

Manter um arquivo digital e físico com os principais documentos é mais do que essencial para evitar dores de cabeça de última hora. Após a compra da passagem, confirme a necessidade de visto para entrada no país, mantenha uma cópia autenticada do passaporte, e compre um plano de saúde internacional. O certificado de vacinação contra febre amarela está sendo solicitado em vários destinos, devido ao aumento de casos recentes no país, então não espere comprar a passagem: tome a vacina mesmo que não tenha nada em mente para um futuro próximo – ela deve ser tomada com dez dias de antecedência e dura dez anos.

Clique aqui para saber como fazer seu certificado de vacinação.

Ah, e não menos importante: coloque todos esse itens numa bolsinha/carteira destinada a isso.

7) Inclua chá na sua mala

tea bags.jpeg

Eu sei que não é todo mundo que toma/gosta de chá, mas é sempre importante ter alguns saches na bolsa. Isso porque quando viajamos, saímos da rotina, o que é péssimo pro corpo, e a chance de você ter dor de cabeça, problemas gastroentestinais ou de sono, são altos. Imagina se você, que viaja com frequência for tomar um remédio toda vez que se sentir indisposto? Tem um monte de chá que dá um alívio quase que imediato e ainda dá aquela abraçada no corpo por dentro. Meus escolhidos? Sempre tenho comigo boldo, camomila e hortelã (no mínimo) e calculo um sache de cada por dia.

8) Mantenha um kit básico de medicamentos

first aid.jpeg

Eu sei que acabei de falar que devemos evitar medicação (e mais ainda, automedicação) ao máximo, mas em alguns casos, medicamentos se tornam necessários. Converse com seu médico sobre uma farmácia básica (antialérgicos, antiinflamatorios, analgésicos e tudo o que seja recomendado) para uma emergência. Eu, por exemplo, sou asmática e super alérgica, e apesar de ter tudo sempre controlado, mantenho esse tipo de remédio na bolsa). Ah, e não se esqueça de carregar a medicação com você na bagagem de mão, talvez seja necessário ainda em trânsito. E lembre-se de sempre checar com a companhia aérea as exigências de receita médica.

9) Pelo amor de Deus, beba água.

drinkwater

Tão batido quanto usar protetor solar, mas sério: beba água. Se manter hidratado faz toda a diferença na saúde em qualquer lugar, no avião então, nem se fala. Se você é como eu que as vezes perde o apetite, enjoa ou qualquer coisa do gênero, tente pelo menos se manter muuuito hidratado. A diferença que a ingestão de água faz é mágica.

10) Snacks. por favor.

snacks.jpeg

Já é mais que sabido que comida de avião não é das melhores e atualmente, muitas companhias já nem oferecem mais lanches gratuitamente em voos domésticos. Para evitar problemas, carregue sempre algum lanchinho – não precisa ser nada elaborado, mas qualquer coisa é melhor que nada. Confesso que em voos nacionais, por não ter restrição de líquidos, muitas vezes levo até suco, chá (já pronto) e sopa (sim, sou dessas).

11) Fuso horário: o que fazer?

jetlag

Eu sou provavelmente a pior pessoa para dar dicas de fuso porque sinto muito quanto viajo – a partir de duas horas de diferença, sempre fico meio perdida, mau-humorada e sem sono ou com sono demais. Dando uma googlada, existem milhares de dicas, mas a verdade é que nem sempre conseguimos chegar um dia (ou vários dias) antes para fazer o ajuste. A única dica que posso dar é: mantenha uma alimentação equilibrada, tome banhos de sol, beba muita água e evite cochilos.

12) Deixe a casa impecável

casa.jpeg

A ideia aqui é sair de casa com tudo nos trinques e quando voltar, encontrar uma sensação de paz, e não um pesadelo. Não adianta achar que viajando estamos fugindo de tudo: uma hora sempre voltamos para casa. E sim, ninguém quer chegar de viagem cansado e ter que arrumar a casa. Limpe a geladeira, tire todo o lixo, feche os registros, mantenha os móveis abertos para ajudar na circulação e encontre alguém para ficar com uma cópia das chaves para alimentar os pets, regar as plantas e entrar em caso de emergência.

Leia também:

  • O Pinterest tá cheio de checklists para você não esquecer nada. Escolha seu favorito e baixe aqui.
  • Viciada em cosméticos e ainda assim quer viajar só com a mala de mão? A Estee abriu a necessaire super recheada e ainda assim, compacta.
  • A StarAlliance foi eleita a melhor aliança do ano pela consultoria especializada Skytrax.
  • A revista Casa e Jardim listou os 20 itens essenciais para manter a casa segura enquanto você viaja.

 * Imagens extraídas do Pixebay

Para mais dicas úteis, clique aqui

Paulista; Inquieta e curiosa, ama uma boa história. E olha que não faltam histórias para Menina Thais, que já fez intercâmbio, morou em um motorhome, teve um sabático e foi nômade pelo mundo.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀